11 de abr de 2016

Oeste: Estudantes limpam e lavam salas por conta de greve de servidores

Oeste: Estudantes limpam e lavam salas por conta de greve de servidores
Por conta da greve de terceirizados que prestam serviços à Secretaria de Educação do Estado, estudantes de Luis Eduardo Magalhães, no extremo oeste, resolveram limpar salas de aula. A greve atinge zeladores, merendeiras e faxineiras. Na última sexta-feira (8), os estudantes do colégio Mimoso do Oeste promoveram uma faxina coletiva. Munidos de rodos, panos e vassouras, eles fizeram a limpeza dos espaços. Segundo a TV Oeste, algumas escolas também estão sem professores. A falta de serviços essenciais também foi notada em Barreiras, onde alunos do colégio Antônio Geraldo, um dos maiores da cidade, foram às ruas protestar contra a falta dos serviços, como também de professores em disciplinas como física e química. A manifestação seguiu em passeata até o Núcleo Regional de Educação e cobrou providências das autoridades. A paralisação dos terceirizados, iniciada em 24 de fevereiro, cobra salários atrasados desde o mês de dezembro de 2015. Ainda segundo o site, a Secretaria da Educação do Estado disse que as empresas com pendências em pagamentos a funcionários foram notificadas. No entanto, o sindicato dos servidores (Sindlimp) afirma que os pagamentos não foram feitos e a categoria permanece em greve.
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :