6 de mai de 2016

Bandido cospe em repórter que revida com tapa


Um moda terrível está pairando por aí. A de cuspir na cara das pessoas. Sério. Não me lembro de ter visto tantas cusparadas públicas assim em tão pouco tempo. Depois de Jean Wyllis cuspir em Bolsonaro na Câmara, Zé de Abreu cuspir em um casal em um restaurante, agora foi a vez de programa policial exibir uma cena lamentável dessas. Dias atrás, em um noticiário local do SBT no Pará, na TV Ponta Negra, um repórter foi surpreendido com uma cusparada na cara de um traficante conhecido como “brinquedo”. Clemildo Amaral, o repórter, devolveu imediatamente um soco na cara do rapaz que acabara de ser detido. O traficante chegou a ficar com o rosto sangrando com a agressão. O mais surpreendente é que logo após a confusão, o repórter seguiu matéria normalmente, como se nada tivesse acontecido. Dá para acreditar? (Keila Jimenez)
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :