27 de mai de 2016

Estudante é indenizada após ser convocada por engano para curso de Medicina

Uma estudante foi convocada por engano em uma faculdade de medicina em Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). Por conta do erro, Itana Samara foi indenizada em R$ 2,5 mil após entrar na Justiça contra a faculdade Unime. O caso ocorreu em 2014. Itana recebeu através de mensagem SMS que tinha sido classificada no vestibular de medicina, com convocação para a matrícula. Horas depois, a unidade de ensino enviou outra mensagem informando que houve um erro no sistema da faculdade. A jovem não teria sido selecionada. Ao G1, Itana, que tem 23 anos e é de Riachão do Jacuípe, disse que quando recebeu o SMS arrumou os documentos e viajou para Salvador a fim de agilizar a matrícula. No meio do caminho da viagem, recebeu a mensagem e retornou para Feira de Santana, onde morava na época. (Bahia Notícias)
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :