3 de ago de 2016

Lula se prepara para pedir asilo político e escapar da prisão

lula
Segundo procurador, Lula foi chefe de organização criminosa para obstruir Justiça.Apontado pelo procurador da República Ivan Cláudio Marx como o chefe de uma organização criminosa com o objetivo de obstruir investigações da Justiça, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está em maus lençóis. Ele tem 20 dias para apresentar sua defesa e negar envolvimento no caso. Ocorre que o momento é propício para a imediata prisão do ex-presidente.Com toda a imprensa internacional em solo brasileiro em busca de recordes e medalhas olímpicas, a notícia da prisão de Lula teria imediata repercussão e retumbância mundial. As provas contra ele já são robustas. Em contrapartida, com uma rede de informação de fazer inveja a Michel Temer, Lula será o primeiro a saber da assinatura de seu próprio mandado de prisão e terá tempo suficiente para pedir asilo político a uma embaixada na capital do país, seja ela cubana, venezuelana ou mesmo italiana — cidadania que Dona Marisa Letícia Lula da Silva solicitou e obteve, em 2005, para ela e também para os filhos. Não se sabe se será uma maratona ou uma corrida de obstáculos.Marx destacou que o depoimento em delação premiada do ex-senador Delcídio Amaral foi fundamental para apontar o ex-presidente como o chefe da empreitada para a compra do silêncio do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró para que não denunciasse o pecuarista José Carlos Bumlai, amigo de Lula e preso na Lava Jato desde 24 de novembro de 2015.Lula está atento e tenso. A denúncia de Marx diz que a narrativa de Delcídio se demonstrou clara, plausível e, ainda corroborada pela existência das reuniões prévias que realizou com Lula antes de Bumlai passar a custear os valores destinados a comprar o silêncio de Cerveró. Na manhã desta terça, a 10ª Vara Federal em Brasília tornou público depoimento de Lula prestado à Procuradoria-Geral da República no qual nega ter participado da trama para comprar silêncio de Cerveró. Correspondentes e jornalistas já foram alertados de que podem ter serviço extra em plena realização dos Jogos. A prisão ou escapada de um ex-presidente do país-sede de uma Olimpíada é mais espetacular que muitas medalhas.
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :