15 de set de 2016

Adolescente muda de escola após professor ser denunciado por abuso

Professor de geografia foi denunciado por estupro de vulnerável (Foto: Divulgação)
A adolescente de 13 anos cuja família denunciou à polícia abuso cometido por um ex-professor de geografia do Colégio Anchieta, em Salvador, mudou de escola após ter sido vítima de “comentários maldosos de colegas”, informou ao G1, nesta quarta-feira (14), a advogada da família da jovem. Raul Rodrigues Guimarães Neto, de 29 anos, foi indiciado pelo crime de estupro de vulnerável no dia 1º de junho. O professor pediu demissão da unidade de ensino e, de acordo com polícia, está foragido e teria viajado para a Espanha. “Ela [a vítima] saiu da escola depois da descoberta do fato. Não era possível mantê-la na escola. Ela tem sido vítima de comentários maldosos de colegas nas redes sociais. Agora, ela estuda em outra escola”, disse a advogada Maria Adail. Segundo nota enviada à imprensa na terça-feira (13) pela advogada, alunos do colégio fizeram circular, por meio de redes sociais, a informação de que a jovem teve um relacionamento com o docente. A advogada, no entanto, rebate a informação. “Não houve relacionamento amoroso. Estamos falando de um crime”, completou. Ainda conforme a nota, a afirmação dos colegas da vítima de que houve um “caso de amor” faz recair sobre a vítima “a maldição e culpa, quando por ausência de informações oficiais desconhecem o caráter, as astúcias delituosas, a hediondez, os propósitos e modus operandi que recai sobre o investigado”. (G1)
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :