31 de out de 2016

Buerarema: Justiça atende reivindicação de professores e bloqueia recursos para garantir pagamento de salários em atraso


Por conta do caos administrativo que se instalou no município de Buerarema, trazendo graves prejuízos e transtornos não apenas para os servidores públicos municipais e contratados mas para todos os munícipes, a justiça determinou o bloqueio imediato do FUNDEB mantidas no Banco do Brasil, Bradesco. Segundo a APLB núcleo SINDICAL da categoria que denunciou o caso a justiça, o Município de Buerarema não efetuou o pagamento da remuneração referente ao mês de setembro e Outubro/2016 dos servidores públicos municipais, inclusive aqueles contratados temporariamente, os quais possuem alguns, remunerações atrasadas em até 03 (três) meses, embora venham prestando seus serviços normalmente perante a Administração Municipal”. foi obrigado os professores da rede municipal de ensino, acamparem no saguão da prefeitura de Buerarema por mais de 20 dias, em protesto contra o atraso de salários dos educadores, e hoje a justiça determinou o bloqueio imediato. De acordo com os profissionais da Educação, amanhã estará todos de volta aos seus posto de trabalho ficando assim a suspensão da greve.
Postagem Anterior
Próxima Postagem

6 comentários :

  1. VIVA VENCEMOS GRAÇAS AOS NOSSOS EMPENHOS PELA CLASSE

    ResponderExcluir
  2. muito triste essa realidade em minha terra natal, mais graças a justiça que veio intervir nessa situação tão caótica que se encontra essa administração para sanar com os salários desses profissionais parabéns aos professores pela luta árdua e coerente

    ResponderExcluir
  3. QUE JESUS ABENÇOES A TODOS ESSES FUNCIONÁRIOS QUE FORAM COVARDEMENTE HUMILHADO POR UMA PESSOA SEM CAPACIDADE DE ADMINISTRAR UMA CIDADE E VIVA A JUSTIÇA

    ResponderExcluir
  4. foi a marretada que fez esses gestor abandonar a cidade kkkkkk

    ResponderExcluir
  5. Desde o início esse caos havia sido ventilado, entretanto, pessoas despreparadas ( não agravando a todas, pois há pessoas competentissimas) que compunham e ainda compõe o quadro da educacão de Buerarema, opnaram em perseguir em detrimento do trabalho efetivo.
    Prejudicaram famílias.
    Olharam para seus próprios umbigos.
    Valeu a pena a coragem dessas guerreiras.
    Que se punam os culpados!

    ResponderExcluir
  6. Foram 9 dias de ocupação e não 20 como descrito na redação acima.

    ResponderExcluir