9 de nov de 2016

Índios bloqueiam BR-367 em protesto contra reintegração

Índios pataxó da aldeia Novos Guerreiros interditam a BR-367, na altura da Praia da Ponta Grande, entre Porto Seguro e Santa Cruz Cabrália, desde o meio dia desta terça-feira (09). É um protesto contra uma liminar da Justiça Federal que determina a retirada dos indígenas de um território entre as proximidades do Barramares e Coroa Vermelha. "Só vamos liberar a rodovia após a suspensão dessa liminar de reintegração de posse", disse uma liderança indígena. Segundo os pataxó, a área, "historicamente indígena", é reivindicada pela imobiliária Gois Cohabita. Os índios dizem ainda que estão no local há mais de 10 anos. "Aqui já existem 300 famílias, posto saúde e escola. Vivemos da pesca, do artesanato, do plantio de hortaliças. Não temos pra onde ir", disse o índio Tucum. Ainda segundo ele, a notificação foi recebida na última segunda-feira. "Nos deram prazo de uma semana para saíramos do local, sob pena de a Funai ser multada em R$ 10 mil por dia, em caso de descumprimento ", afirma. Algumas lideranças da aldeia, juntamente com diretores da FUNAI, se deslocaram para Brasília assim que tomaram conhecimento da liminar. Eles se reúnem com representes do governo federal e pedem celeridade na demarcação do território. A reportagem ainda não conseguiu ouvir a imobiliária e a Fundação Nacional do Índio [FUNAI]. (Radar64)
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :