29 de nov de 2016

Jequié: Igreja católica pede demissão de padre acusado de pedofilia

O pedido contra o padre Fábio Bastos Pereira foi feito ao Vaticano pelo bispo de Jequié, Dom José Ruy. O padre Fábio Bastos Pereira, da Diocese de Jequié, está suspenso do exercício do sacerdócio e pode ser demitido definitivamente de suas funções religiosas por ter abusado sexualmente de uma menina de 13 anos, em 2014. O caso também está prestes a ser julgado e corre em segredo de justiça.Após tomar conhecimento do caso, o bispo de Jequié, Dom  José Ruy Lopes, abriu processo canônico (no qual são seguidas as leis da Igreja Católica), apurou os fatos e determinou a suspensão de ordem do sacerdote, quando ele fica afastado das funções na diocese.Após concluir a fase diocesana, o bispo enviou um processo para o Vaticano no qual pede a demissão do estado clerical, ou seja, que o padre perca definitivamente as suas funções como sacerdote. “Ainda estamos aguardando o julgamento junto ao Vaticano, que pode resultar na absolvição ou condenação”, explicou Dom José Ruy.O bispo diocesano ressaltou que o processo causa um choque. “Vemos o sofrimento da vítima, do povo de Deus que lamenta, vemos o contratestemunho que gera escândalo. Mas o importante é que as providências foram tomadas, como determinou que seja feito o papa Francisco”, ressaltou Dom José Ruy
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :