24 de nov de 2016

Marcelo Oliveira deixa o Atlético-MG; Ceni assume o SP

A derrota do Atlético-MG para o Grêmio custou o emprego do técnico Marcelo Oliveira. Após uma reunião na sede do clube entre o treinador e os dirigentes do Galo, na manhã desta quinta-feira, ficou definido que ele não continua no comando do time. Eles já haviam conversado no Mineirão, logo após os 3 a 1 que colocou o time gaúcho com a mão na taça da Copa do Brasil. E uma nova conversa foi marcada para esta quinta-feira, quando foi comunicado da demissão pelo presidente Daniel Nepomuceno. Marcelo fará um pronunciamento à imprensa na Cidade do Galo, no período da tarde. Segundo a assessoria do clube, o presidente também vai falar aos jornalistas. Ainda não foi informado quem comandará o treino na tarde desta quinta-feira e nem quem vai assumir o time, que recebe o São Paulo domingo que vem no Independência. Marcelo dirigiu o Atlético-MG em 41 jogos - 18 vitórias, 14 empates e nove derrotas. Ele foi anunciado dia 20 de maio e o primeiro desafio foi dois dias depois: empate em 1 a 1 com o Atlético-PR, em Curitiba. A insatisfação por parte do torcedor com o trabalho do técnico ficou visível na noite de quarta-feira, quando ele foi vaiado pela torcida durante o jogo com o Grêmio. Enquanto isso, São Paulo e Rogério Ceni chegaram a um acordo verbal, e o ex-goleiro está perto de ser anunciado como novo técnico. As negociações para que ele assuma a vaga de Ricardo Gomes, demitido nesta quarta-feira, ganharam corpo no decorrer do dia e estão adiantadas. Verbalmente, a contratação está encaminhada, e apenas detalhes separam Ceni de retornar ao clube que defendeu por 25 anos. O tempo de contrato é a principal pendência, girando entre um e dois anos. De qualquer forma, há chances reais do anúncio oficial acontecer nesta quinta-feira. Em um primeiro momento, Ceni não fará nenhum pedido para a comissão técnica, ou seja, pretende trabalhar com os profissionais que já estão no clube.(G1 e ESPN)
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :