4 de nov de 2016

O sucateamento da Polícia Civil na Bahia

O Sindicato dos Policiais Civis do Estado da Bahia - Sindpoc convida a sociedade civil e familiares de vítimas de assassinatos para denunciar e exigir do governo investimentos na Segurança Pública.​ - Denunciar a falência do Programa Pacto Pela Vida (ou Pacto Pela morte). - O sucateamento da Polícia Civil na Bahia, sem servidores ( mais de 160 municípios), viaturas, combustível, internet, sem computador, cartucho, impressora. Protesto das cruzes - dia 05/11/2016, às 08:00hs - Praça da Catedral de Ilhéus Concentração para passeata das principais ruas do centro. A Bahia é bicampeã em homicídios do Brasil (2014, e 2015), com 6.338 assassinatos em 2015. Somente em Ilhéus e Itabuna, 193 pessoas foram assassinadas. Foram contratados 400 Policiais, mas, cerca de dois mil estão saindo por aposentadoria. A Polícia Civil tem hoje 7.500 efetivos na Bahia, quando o ideal seriam 12.500 Policiais Civis.Esse desmonte da Polícia Civil fez aumentar a sensação de impunidade e os índices de criminalidade saíram do controle. A Polícia Civil que investiga e elucida os crimes apontando autoria e materialidade, está sem efetivo, tendo menos de 20% de elucidação a cada 100 homicídios cometidos. O roubo de veículos, celulares, explosões de caixas eletrônicos, assaltos à coletivos e taxistas estão fora do controle, denuncia Eustácio Lopes, vice presidente do órgão sindical.
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :