13 de nov de 2016

Prefeitos têm que revisar Bolsa Família

07ivan-valentebolsa-familiagoverno-de-alagoasdiv
O Ministério Público Federal recomendou que 4.703 prefeituras passem um pente fino para identificar possíveis fraudes no programa Bolsa Família. A suspeita é de que 870 mil beneficiários não atendam aos requisitos. Segundo o MPF, de 2013 a maio de 2016 os pagamentos com suspeita de irregularidade totalizam mais de R$ 3,3 bilhões. O levantamento, batizado Raio-X Bolsa Família, é uma ação nacional coordenada pelo MPF. De acordo com o projeto, a Bahia foi o estado que repassou mais recursos do Bolsa Família para perfis suspeitos. O resultado aponta que mais de R$ 500 milhões foram destinados a cerca de 140 mil beneficiários suspeitos. Os casos foram identificados por meio de ferramenta de inteligência desenvolvida pelo MPF, a partir do cruzamento de dados do próprio Governo Federal, Tribunal Superior Eleitoral, Receita Federal e Tribunais de Contas.
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :