21 de dez de 2016

Jequié: Vereadores saem sob escolta policial após aprovar aumento

Manifestantes em frente à Câmara (Foto: Zenilton Meira)
Numa noite de tensão na Rua 2 de Julho, onde está localizada à Câmara Municipal de Jequié, na área central da cidade, vereadores foram vaiados por manifestantes na via pública e tiveram que deixar o local sob escolta da Polícia Militar, após aprovação na Casa Legislativa de dois projetos de lei que estabelecem os reajustes dos subsídios do prefeito, vice-prefeito, secretários municipais e vereadores, a partir de 1º de janeiro de 2017. Os edis saíram da Câmara xingados de ladrões, depois de terem aprovados os projetos em sessão relâmpago, que durou apenas minutos. Os manifestantes, em grande número na porta da Câmara, gritaram em coro a frase: polícia é para ladrão. De acordo com os projetos, o subsídio do prefeito passará a ser de R$20 mil, o vice-prefeito, R$ 15 mi, enquanto os secretários municipais e os vereadores receberão mensalmente valores semelhantes, R$ 12.660.
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :