14 de fev de 2017

EX-MINISTRO DO STF, AYRES BRITTO DIZ QUE LAVA JATO É 'IRREVERSÍVEL'

Ex-ministro do STF, Ayres Britto diz que Lava Jato é 'irreversível'
O ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal, Carlos Ayres Britto, defendeu nesta segunda-feira (13) a Operação Lava Jato e avaliou sua ação como irreversível. “O Brasil a partir da Ação Penal 470 [o mensalão] deu um tranco na cultura da impunidade de pessoas postadas nos andares de cima da sociedade e a Lava Jato segue nessa direção. Inflexão histórica de que a Ação Penal 470 é verdadeiramente representativa, sequenciada pela igualmente necessária e emblematicamente irreversível Operação Lava Jato", defendeu, ao receber o Prêmio FGV de Direitos Humanos, na sede da Fundação Getulio Vargas (FGV). De acordo com o Correio Braziliense, Britto também elogiou a atuação do ministro licenciado da Justiça, Alexandre de Moraes. Mesmo assim, sugeriu que sua indicação ao STF pelo presidente Michel Temer pode não ser a mais adequada. “Do ponto de vista pessoal, me dou muito bem com ele, que tem livros publicados, é da área do Direito Constitucional. Porém, pela militância mais político partidária, de ocupação de cargos, não como teórico, mas como ocupante de cargos do organograma estatal a partir de São Paulo, prefiro aguardar um pouco”, tergiversou. Questionado pela imprensa, Ayres negou a possibilidade de assumir o Ministério da Justiça caso Moraes seja referendado pelo Senado: “Entendo que está de bom tamanho minha trajetória pela vida pública oficial, formal. Optei por servir a minha sociedade, ao Brasil por outro modo”.
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :