25 de mar de 2017

GRÁVIDA COM CÂNCER FORÇA PARTO PREMATURO PARA PODER SALVAR BEBÊ E DEPOIS MORRE

Um caso muito triste ocorreu nos Estados Unidos. Uma americana, identificada como Danielle Janofsky, de 30 anos, que estava grávida e tinha um câncer terminal, morreu três dias depois de dar luz ao filho que esperava através de um parto prematuro. O procedimento foi feito para salvar a criança.Danielle, que já tinha dois filhos, descobriu o câncer terminal em fevereiro deste ano, enquanto realizava exames de rotina. Ela já tinha tido a doença anteriormente, porém dessa vez os médicos já avisaram que não teria salvação, já que o câncer se espalhou e já tinham tumores em seus rins, fígado e cérebro.Para que a vida de seu filho fosse salva, Danielle e e os médicos optaram por um parto prematuro. Com isso, o pequeno Jake nasceu no último dia 24 de fevereiro. O bebê nasceu por meio de uma cesariana. A mãe, no entanto, acabou morrendo três dias depois do nascimento da criança. O pai de Jake e marido de Danielle durante 5 anos, Max Janofsky, está fazendo uma campanha na Internet para recolher dinheiro para que o tratamento do bebê, que ainda está internado no hospital, seja pago.
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :