17 de abr de 2017

GREVE PARCIAL NO JUDICIÁRIO BAIANO

A partir desta segunda-feira (17), os servidores do Poder Judiciário baiano estarão em greve parcial por um período de dez dias. Conforme a decisão da categoria, tomada na última terça (11), todos os servidores realizarão suas atividades normalmente durante as três primeiras horas nos seus respectivos expedientes. Já nas três últimas, paralisarão os trabalhos e farão mobilizações. No último dia do movimento, 27 de abril, ocorrerá uma nova assembleia da classe para definir os próximos passos.Durante a assembleia, também foi decidido que os trabalhadores da Justiça aderirão à greve de cunho nacional, marcada para 28 de abril, contra a reforma da previdência. As principais reivindicações dos servidores são o pagamento do reajuste linear; da Vantagem Pessoal de Eficiência (VPE) – antiga GEE – para os servidores que não a recebem e dos passivos devidos pelo Tribunal de Justiça da Bahia; regulamentação das férias e tratamento isonômico entre todos os membros do TJ.A greve está sendo capitaneada pelo Sindicato dos Servidores dos Serviços Auxiliares do Poder Judiciário do Estado da Bahia (SINTAJ), representante dos trabalhadores dos Juizados Especiais, das secretarias do TJ-BA e dos Juizados da Infância e Juventude. Durante as três horas de paralisação em cada dia, serão mantidos 30% do efetivo de cada unidade, que priorizarão a expedição de liminares de saúde, religamento de água e luz, dentre outros casos emergenciais
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :