15 de mai de 2017

ILHÉUS: PREFEITURA FOI TEMA DO QUADRO "CADÊ O DINHEIRO QUE TAVA AQUI" DO FANTÁSTICO VEJA O VIDEO

 Resultado de imagem para ilhéus
Ilhéus foi um dos destaques do Fantástico, da TV Globo, no último domingo (14), não por suas belas praias ou seu povo acolhedor, mas pelo esquema de licitações fraudulentas que chegou a entregar carne estragada para merenda escolar. Repleta de escolas sucateadas, Ilhéus tem um prejuízo de aproximadamente R$ 25 milhões devido ao esquema. “O grupo criminoso forneceu carne com prazo de validade vencido há mais de dois anos para o município. “A fraude” atingia duramente as secretarias mais sensíveis da população: Saúde, Desenvolvimento Social e Educação”, disse o promotor de Justiça Frank Monteiro Ferrari. “A gente fica revoltado, primeiro porque eu sei que o dinheiro veio, a alimentação foi licitada e passamos 4 anos vendo falta de merenda na escola. Meu filho estuda na escola central e passou 4 anos comendo biscoito e suco”, acrescentou a integrante do Conselho de Alimentação Escolar, Elisângela Almeida. Segundo apurado em  investigação realizada pelo MP, o grupo operava desde 2009 celebrando contratos com o Município de Ilhéus para o fornecimento de bens diversos utilizando as rubricas genéricas de “gêneros alimentícios” e “materiais de expedientes/escritório”. O esquema contava com a participação de agentes públicos do primeiro escalão do governo municipal e, conforme comprovado no período da investigação, as empresas envolvidas receberam mais de R$ 20 milhões decorrentes de contratações com a Prefeitura Municipal de Ilhéus. As empresas são a Marileide S. Silva de Ilhéus, Mariangela Santos Silva de Ilheus EPP, Thayane L. Santos Magazine ME, Andrade Multicompras e Global Compra Fácil Eireli-EPP, todas geridas por Enoch Andrade Silva. Também foi identificada a participação do empresário Noeval Santana de Carvalho, que celebrava contratos irregulares com o Poder Público para fornecimento de merenda escolar. Informações do MP/BA.

Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :