2 de out de 2017

FUNCIONÁRIA ‘FANTASMA’, MULHER DE LUIZ ARGOLO É EXONERADA DA SEAGRI

A mulher do ex-deputado Luiz Argolo, condenado a 11 anos de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro na Operação Lava Jato, foi exonerada do cargo de coordenadora da Secretaria de Agricultura e Irrigação (Seagri). Emillie Grisi e outros três comissionados da Seagri foram acusados de receber salário sem trabalhar. Emillie, que é proprietária de um centro de estética e beleza em Salvador, foi nomeada em janeiro deste ano, assessora técnica do gabinete do secretário Vítor Bonfim (PDT), segundo o site Bahia.Ba. Antes de ser efetivada, Emillie havia sido citada em uma das ações penais movidas pelo Ministério Público Federal (MPF) do Paraná contra o seu marido, por uma movimentação suspeita de R$ 39.661,37.
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :