7 de jun de 2018

CAMINHONEIROS AMEAÇAM ‘GREVE AINDA PIOR’ SE GOVERNO ALTERAR TABELA DE FRETE

 
Tabelamento de preços mínimos para frete rodoviário coloca motoristas e produtores rurais em rota de colisão . Governo indica que vai ceder à pressão do agronegócio.Após pressão de produtores rurais, ogoverno federal deve rever a tabela de preços mínimos para fretes rodoviários.Os ruralistas dizem que a tabela, uma das promessas feitas pelo governo para conseguir encerrar os dez dias de greve dos caminhoneiros, eleva os custos do frete em até 150%.Os motoristas de carga acompanham o andamento das negociações, em Brasília, com apreensão. Nas redes sociais, temem que o lobby dos grandes grupos consiga derrubar a tabela recém-instituída pelo governo como contrapartida ao fim da paralisação. Mas eles prometem resistir.“Se essa tabela cair, vai ter uma greve pior que a última. E aí não vai ter negociação, pois eles vão querer provar para o mundo que são fortes, vai ser uma grande revolta”, diz Ivar Luiz Schmidt, representante do Comando Nacional do Transporte (CNT) e que foi o grande líder da paralisação de 2015. Foi ele quem criou os primeiros grupos de caminhoneiros no WhatsApp para organizar os protestos daquele ano. Hoje, Schmidt participa de quase 90 grupos na rede. “Tá todo mundo só esperando que a tabela seja derrubada para parar tudo de novo”, afirma. “E, pelo que estou vendo no WhatsApp, pode ter certeza de que isso vai acontecer.”
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :