24 de ago de 2018

BUERAREMA: MINISTÉRIO PÚBLICO PROÍBE USO DE SOM AUTOMOTIVOS POR TODA CIDADE

O Ministério Público da cidade de Buerarema (BA), adotou em toda a cidade os termos das recomendações depois que o Ministério Público, através do promotor de Justiça, INOCÊNCIO DE CARVALHO SANTANA, recebeu várias denúncias de pessoas, que reclamavam da perturbação sonora, principalmente nos finais de semana, a exemplo de veículos com sons ligados em bares e avenidas públicas. No entanto, as recomendações servirão para todos os bares, praças e áreas de eventos da cidade. Trata o Ministério Público, como prioridade, a mobilidade das pessoas, que necessitam da tranquilidade e sossego do cidadão. Eventos com sons em locais públicos, além de terem horários de funcionamento preestabelecidos, só poderão acontecer, mediante autorização do Ministério Público e comunicação à prefeitura e à polícia militar, através de ofícios.
O Ministério Público da cidade de Conceição (PB), se reuniu com proprietários de bares, o Comandante da Polícia Militar local, imprensa e prefeito municipal, para debater as normas e recomendações que serão adotadas, em breve, em toda a cidade.
 
A reunião ocorreu no final da manhã desta quarta-feira (18).
 
Os termos das recomendações se deram depois que o Ministério Público, através do promotor de Justiça, Osvaldo Barbosa, recebeu várias denúncias de pessoas, que reclamavam, entre outras coisas, da questão de acessibilidade e de perturbação sonora, principalmente nos finais de semana, a exemplo de mesas em cima de calçadas, impossibilitando o acesso de pedestres e veículos com sons ligados em bares e avenidas públicas.
 
 

A reunião foi conduzida por Emanuele, que é funcionária do Ministério Público e atua na cidade de Conceição.
 
O ponto de maior concentração de pessoas e que foi prontamente citado na reunião, foi a área da Praça da Matriz, englobando a Praça da Glória, local onde há maior incidência do problema. No entanto, as recomendações servirão para todos os bares, praças e lanchonetes da cidade. 
 
Trata o Ministério Público, como prioridade, a mobilidade das pessoas, que necessitam da acessibilidade, sobretudo, nas calçadas, a exemplo de cadeirantes, além da tranquilidade e sossego do cidadão. Ficando assim, expressamente proibido a interdição completa do espaço das calçadas com mesas, cadeiras ou exposição de mercadorias, com fins comerciais, seja em bar, mercadinho, armazém ou lanchonete. Por outro lado, eventos com sons em locais públicos, além de terem horários de funcionamento preestabelecidos de no máximo meia noite, só poderão acontecer, mediante autorização do Ministério Público e comunicação à prefeitura e à polícia militar, através de ofícios.
 


Leia mais: https://www.valenewspb.com/products/ministerio-publico-proibe-uso-de-som-automotivo-em-bares-na-cidade-de-conceicao/
O Ministério Público da cidade de Conceição (PB), se reuniu com proprietários de bares, o Comandante da Polícia Militar local, imprensa e prefeito municipal, para debater as normas e recomendações que serão adotadas, em breve, em toda a cidade.
 
A reunião ocorreu no final da manhã desta quarta-feira (18).
 
Os termos das recomendações se deram depois que o Ministério Público, através do promotor de Justiça, Osvaldo Barbosa, recebeu várias denúncias de pessoas, que reclamavam, entre outras coisas, da questão de acessibilidade e de perturbação sonora, principalmente nos finais de semana, a exemplo de mesas em cima de calçadas, impossibilitando o acesso de pedestres e veículos com sons ligados em bares e avenidas públicas.
 
 

A reunião foi conduzida por Emanuele, que é funcionária do Ministério Público e atua na cidade de Conceição.
 
O ponto de maior concentração de pessoas e que foi prontamente citado na reunião, foi a área da Praça da Matriz, englobando a Praça da Glória, local onde há maior incidência do problema. No entanto, as recomendações servirão para todos os bares, praças e lanchonetes da cidade. 
 
Trata o Ministério Público, como prioridade, a mobilidade das pessoas, que necessitam da acessibilidade, sobretudo, nas calçadas, a exemplo de cadeirantes, além da tranquilidade e sossego do cidadão. Ficando assim, expressamente proibido a interdição completa do espaço das calçadas com mesas, cadeiras ou exposição de mercadorias, com fins comerciais, seja em bar, mercadinho, armazém ou lanchonete. Por outro lado, eventos com sons em locais públicos, além de terem horários de funcionamento preestabelecidos de no máximo meia noite, só poderão acontecer, mediante autorização do Ministério Público e comunicação à prefeitura e à polícia militar, através de ofícios.
 


Leia mais: https://www.valenewspb.com/products/ministerio-publico-proibe-uso-de-som-automotivo-em-bares-na-cidade-de-conceicao/
O Ministério Público da cidade de Conceição (PB), se reuniu com proprietários de bares, o Comandante da Polícia Militar local, imprensa e prefeito municipal, para debater as normas e recomendações que serão adotadas, em breve, em toda a cidade.
 
A reunião ocorreu no final da manhã desta quarta-feira (18).
 
Os termos das recomendações se deram depois que o Ministério Público, através do promotor de Justiça, Osvaldo Barbosa, recebeu várias denúncias de pessoas, que reclamavam, entre outras coisas, da questão de acessibilidade e de perturbação sonora, principalmente nos finais de semana, a exemplo de mesas em cima de calçadas, impossibilitando o acesso de pedestres e veículos com sons ligados em bares e avenidas públicas.
 
 

A reunião foi conduzida por Emanuele, que é funcionária do Ministério Público e atua na cidade de Conceição.
 
O ponto de maior concentração de pessoas e que foi prontamente citado na reunião, foi a área da Praça da Matriz, englobando a Praça da Glória, local onde há maior incidência do problema. No entanto, as recomendações servirão para todos os bares, praças e lanchonetes da cidade. 
 
Trata o Ministério Público, como prioridade, a mobilidade das pessoas, que necessitam da acessibilidade, sobretudo, nas calçadas, a exemplo de cadeirantes, além da tranquilidade e sossego do cidadão. Ficando assim, expressamente proibido a interdição completa do espaço das calçadas com mesas, cadeiras ou exposição de mercadorias, com fins comerciais, seja em bar, mercadinho, armazém ou lanchonete. Por outro lado, eventos com sons em locais públicos, além de terem horários de funcionamento preestabelecidos de no máximo meia noite, só poderão acontecer, mediante autorização do Ministério Público e comunicação à prefeitura e à polícia militar, através de ofícios.
 


Leia mais: https://www.valenewspb.com/products/ministerio-publico-proibe-uso-de-som-automotivo-em-bares-na-cidade-de-conceicao/
O Ministério Público da cidade de Conceição (PB), se reuniu com proprietários de bares, o Comandante da Polícia Militar local, imprensa e prefeito municipal, para debater as normas e recomendações que serão adotadas, em breve, em toda a cidade.
 
A reunião ocorreu no final da manhã desta quarta-feira (18).
 
Os termos das recomendações se deram depois que o Ministério Público, através do promotor de Justiça, Osvaldo Barbosa, recebeu várias denúncias de pessoas, que reclamavam, entre outras coisas, da questão de acessibilidade e de perturbação sonora, principalmente nos finais de semana, a exemplo de mesas em cima de calçadas, impossibilitando o acesso de pedestres e veículos com sons ligados em bares e avenidas públicas.
 
 

A reunião foi conduzida por Emanuele, que é funcionária do Ministério Público e atua na cidade de Conceição.
 
O ponto de maior concentração de pessoas e que foi prontamente citado na reunião, foi a área da Praça da Matriz, englobando a Praça da Glória, local onde há maior incidência do problema. No entanto, as recomendações servirão para todos os bares, praças e lanchonetes da cidade. 
 
Trata o Ministério Público, como prioridade, a mobilidade das pessoas, que necessitam da acessibilidade, sobretudo, nas calçadas, a exemplo de cadeirantes, além da tranquilidade e sossego do cidadão. Ficando assim, expressamente proibido a interdição completa do espaço das calçadas com mesas, cadeiras ou exposição de mercadorias, com fins comerciais, seja em bar, mercadinho, armazém ou lanchonete. Por outro lado, eventos com sons em locais públicos, além de terem horários de funcionamento preestabelecidos de no máximo meia noite, só poderão acontecer, mediante autorização do Ministério Público e comunicação à prefeitura e à polícia militar, através de ofícios.
 


Leia mais: https://www.valenewspb.com/products/ministerio-publico-proibe-uso-de-som-automotivo-em-bares-na-cidade-de-conceicao/
O Ministério Público da cidade de Conceição (PB), se reuniu com proprietários de bares, o Comandante da Polícia Militar local, imprensa e prefeito municipal, para debater as normas e recomendações que serão adotadas, em breve, em toda a cidade.
 
A reunião ocorreu no final da manhã desta quarta-feira (18).
 
Os termos das recomendações se deram depois que o Ministério Público, através do promotor de Justiça, Osvaldo Barbosa, recebeu várias denúncias de pessoas, que reclamavam, entre outras coisas, da questão de acessibilidade e de perturbação sonora, principalmente nos finais de semana, a exemplo de mesas em cima de calçadas, impossibilitando o acesso de pedestres e veículos com sons ligados em bares e avenidas públicas.
 
 

A reunião foi conduzida por Emanuele, que é funcionária do Ministério Público e atua na cidade de Conceição.
 
O ponto de maior concentração de pessoas e que foi prontamente citado na reunião, foi a área da Praça da Matriz, englobando a Praça da Glória, local onde há maior incidência do problema. No entanto, as recomendações servirão para todos os bares, praças e lanchonetes da cidade. 
 
Trata o Ministério Público, como prioridade, a mobilidade das pessoas, que necessitam da acessibilidade, sobretudo, nas calçadas, a exemplo de cadeirantes, além da tranquilidade e sossego do cidadão. Ficando assim, expressamente proibido a interdição completa do espaço das calçadas com mesas, cadeiras ou exposição de mercadorias, com fins comerciais, seja em bar, mercadinho, armazém ou lanchonete. Por outro lado, eventos com sons em locais públicos, além de terem horários de funcionamento preestabelecidos de no máximo meia noite, só poderão acontecer, mediante autorização do Ministério Público e comunicação à prefeitura e à polícia militar, através de ofícios.
 


Leia mais: https://www.valenewspb.com/products/ministerio-publico-proibe-uso-de-som-automotivo-em-bares-na-cidade-de-conceicao/
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :