18 de fev de 2016

Porto Seguro: Índios acusados de matar fazendeiro pegam 16 e 18 anos de prisão

Porto Seguro: Índios acusados de matar fazendeiro pegam 16 e 18 anos de prisão
Dois índios acusados de matar um fazendeiro na zona rural de Porto Seguro, na Costa do Descobrimento, foram condenados pela Justiça Federal, nesta quarta-feira (17). Lourisvaldo da Conceição Braz e Valtenor Silva do Nascimento, os dois pataxós, pegaram 18 e 16 anos de prisão, respectivamente, por crimes de homicídio qualificado, ocultação de cadáver, sequestro e cárcere privado. Raimundo Domingues Santos foi morto em agosto de 2014. De acordo com o Radar 64, o fazendeiro foi visto pela última vez no dia 9 de agosto de 2014. Ele teria ido buscar animais na fazenda dele, ocupada dias antes pelos índios. O julgamento, que durou 12 horas, foi realizado por júri popular na Câmara de Vereadores de Eunápolis. Após a sentença, procuradores da Fundação Nacional do Índio (Funai) entraram com recurso para reverter a pena.
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :