27 de fev de 2016

Prefeito de Santo Amaro é afastado do cargo

A Justiça determinou, na noite desta quinta-feira (25/2), o afastamento do prefeito de Santo Amaro da Purificação, Ricardo Machado (PT). A decisão da juíza Ana Gabriela Trindade teve como base uma ação pública do Ministério Público Estadual, por meio do promotor de Justiça João Paulo Schoucair. A juíza ainda determinou a indisponibilidade dos bens do prefeito em R$ 5 milhões “para que seja assegurada a possível reparação do prejuízo causado ao erário”. Ricardo Machado deverá se afastar do cargo por 180 dias.A denúncia refere-se a atrasos em 20 obras do município, o que teria causado danos aos cofres públicos. Elas deveriam ser concluídas em 2015, num valor total de R$ 66 milhões, mas com o atraso houve incremento contratual com as empresas envolvidas em R$ 3,5 milhões. A promotoria do MP ainda constatou que o município utilizou bens públicos para realizar obra que já havia sido devidamente licitada pelo valor de quase R$ 1,5 milhão, com previsão de entrega para junho de 2014. Segundo o site Bocão News, o prefeito disse que ainda não sabia da decisão, mas tinha conhecimento do processo e que vai se defender. O petista afirmou ainda que o atraso das obras se deu pela falta de repasse dos recursos via governos federal e estadual. ”Ainda não fui comunidade da decisão, mas vou me defender. As obras estão paradas pelos convênios, como estão paradas em todo o país. Com a crise, os recursos foram parando de chegar. Então um vereador da oposição entrou com a ação. Inclusive, algumas obras já começaram a ser retomadas esta semana”, justificou.
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :