1 de mar de 2016

TJ concede liminar e prefeito retorna ao cargo em Santo Amaro

Na última quinta-feira (25/2), a juíza Ana Gabriela Trindade determinou o afastamento por 180 dias do prefeito de Santo Amaro, Ricardo Machado (PT), por atos de improbidade administrativa. A ação movida pelo promotor de Justiça na cidade, João Paulo Schoucair, apontava 20 obras atrasadas no município com previsão de conclusão para 2015. Segundo a promotoria, os contratos englobavam um total de R$ 66 milhões, além de incrementos que chegaram a R$ 3,5 milhões. Na segunda (29), o vice-prefeito Leonardo Pacheco (PSB) deveria assumir o cargo vago por ordem judicial, às 8h, em cerimônia na Câmara Municipal, mas o socialista não apareceu e o posto permaneceu vago. No entanto, no final da tarde, veio a liminar concedida pela presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), a desembargadora Maria do Socorro Barreto Santiago, suspendendo a decisão que mantinha o prefeito afastado do cargo. Ao Judiciário, a defesa de Ricardo Machado argumentou que entregou os documentos de contratos, aditivos, processos administrativos, entre outros que foram solicitados pelo Ministério Público e que não houve tentativa de obstrução dos processos. (Correio)
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :