22 de set de 2016

Buerarema: Protesto de professores reivindica por seus salários!

Diante de uma crise que abrange todo o Brasil, aqui em Buerarema não é diferente. Hoje a classe de professores do município está nas ruas clamando ao gestor pelos seus salários porque muitos estão sem receber desde o mês de julho. A nossa equipe estava no local onde eles fizeram uma manifestação, em frente à prefeitura e clamavam por mais respeito a essa classe de profissionais. “Precisamos conscientizar a todas as famílias bueraremenses que paramos por uma causa justa e temos que lutar por nossos salários! Não queremos prejudicar os alunos em nossa escola. Precisamos de apoio para que todos ganhem com isso”. Enfatizou a professora “Rosângela Pedreira
Postagem Anterior
Próxima Postagem

4 comentários :

  1. gente de respetu a eça clase prefeito guima que tanto respeito tou aqui em brusque mais não fassa isso com esa gente Marialda

    ResponderExcluir
  2. O que nos deixa perplexo,são as nossas colegas que não abraçam essa causa por medo de represalia, fico triste mais vamos a luta

    ResponderExcluir
  3. É tão fácil fazer um belo discurso, apresentar um plano de governo fantazioso e mostrar ações tão contrárias, né mesmo prefeito Guima Barreto? Por que a maioria dos professores que não receberam seus salário em dias não vota em você? Isso não é perseguição? Muito fácil citar que algumas famílias estão com você, como a da secretária de saúde, Rita de Coleto, Pinheiro da farmácia, Astor Vieira... Por que será? Tudo tão contaditrorio! Só não ver quem não quer!Muitos funcionários são obrigados a vestir sua camisa e isso não é perseguição? Olha que isso dar processo viu? HÁ COVARDIA MAIOR QUE OPRIMIR DIREITOS POR CAUSAS INDIVIDUAIS?

    ResponderExcluir
  4. Jaqueline Pereira da Sulvaquinta-feira, setembro 22, 2016

    Eu, como professora de Belo Horizonte - MG, nascida nessa cidade, estudei no Henrique Alves, há 18 anos moro em Minas Gerais. Minha formação de Magistério foi ai e hoje quero me solidarizar com meus colegas de profissão e pedir ao gestor que respeite aos professores!

    ResponderExcluir