17 de out de 2017

BAHIA ESTÁ ENTRE ESTADOS COM RODOVIAS FEDERAIS EM MELHORES CONDIÇÕES

 Levantamento foi feito pelo Indicador de Qualidade das Rodovias Federais
Criado para monitorar o estado de conservação dos 52 mil quilômetros de rodovias federais, o Indicador de Qualidade das Rodovias Federais (ICM) aponta que em todo o território brasileiro, 67% da malha estão em boas condições. O melhor resultado foi registrado no Amapá, onde 98% das rodovias estão em bom estado, segundo informações da Agência Brasil. Na sequência vem o Distrito Federal, com 85% das estradas nesta situação. O ranking positivo é completo com Piauí, com 83% e Roraima e Bahia, empatadas com 82% das malhas em bom estado. Os números mostraram também que os Estados em pior situação são Acre (32%), São Paulo (43%), Mato Grosso do Sul (53%), Sergipe (56%) e Ceará (56%). “O Amapá está na frente, mas grande parte da malha deles não é pavimentada. São Paulo tem pouco mais de 100 km e, se tiver um trecho, o ICM vai lá para baixo. Estados maiores, como Bahia, Minas Gerais e Rio Grande do Sul, apesar de estarem na frente, a extensão de trechos com problema é maior do que a de São Paulo”, pondera Rodrigo Portal, coordenador de Programação e Serviços do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). Com apoio de 80 engenheiros, divididos em 35 equipes, o DNIT divulgou esse levantamento, referente ao primeiro semestre de 2017. Uma segunda pesquisa está prevista para ser divulgada no início de 2018.
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :