4 de jul de 2018

ILHÉUS: GERENTE DA OAS DIZ A JOSÉ NAZAL QUE NOVA PONTE DEVERÁ SER ENTREGUE SÓ EM 2019

O prefeito de Ilhéus em exercício, José Nazal, visitou, na tarde de hoje (3), a obra de construção da nova ponte que ligará o centro à zona sul da cidade. Ele foi recebido pela equipe técnica responsável pelo acompanhamento da obra, que já tem 40% dos trabalhos executados. A celeridade na construção da primeira ponte semiestaiada da Bahia é uma das preocupações do governador Rui Costa.José Nazal afirmou que o objetivo da visita foi saber sobre o andamento da obra, já que diariamente é cobrado por informações em relação à execução dos trabalhos. O engenheiro Suzano Menezes, gerente de contratos da OAS – construtora responsável pela obra, informou que a conclusão total dos serviços só deve ocorrer no ano que vem.  Ele acrescentou que a obra do viário norte (ligação entre a Avenida Soares Lopes e a nova ponte) teve que ser interrompida nos últimos dias em virtude das fortes chuvas. Com relação às questões ambientais, os técnicos confirmaram que tanto as pedras como a areia utilizadas no avanço sobre a Baía do Pontal serão retiradas após o término da obra.O ambientalista Alex Coutinho, da empresa terceirizada de fiscalização, informou que nos próximos dias deverá ser iniciado o estudo da biota (conjunto de seres vivos de um ecossistema, o que inclui a flora, a fauna, os fungos e outros grupos de organismos). O trabalho será realizado mediante termo de cooperação técnica entre a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e a Secretaria Estadual de Infraestrutura (Seinfra).Na recente visita feita à região, no último dia 18, o governador assegurou que a obra de construção da nova ponte de Ilhéus está com o pagamento em dia, e ponderou que “algumas empresas conseguem entregar algumas obras mais rápido do que outras. O Estado não escolhe a empresa que vai vencer e nem orienta sua equipe a tal, simplesmente respeita e faz a licitação de forma transparente. Mas durante o processo, ganham empresas que não estão em condições de manter um ritmo acelerado de obras”, declarou
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :