23 de ago de 2018

FORTALEZA: TRÊS POLICIAIS MILITARES SÃO EXECUTADOS EM BAR



Três policiais militares foram executados a tiros enquanto estavam em um bar, de folga, no Bairro Vila Manoel Sátiro, nesta quinta-feira (23). A informação foi confirmada pela Polícia Militar e pela Associação dos Profissionais de Segurança Pública do Ceará (APS). Um tenente afirmou à TV Verdes Mares que os assassinatos foram em represália à morte de um criminoso no mesmo bairro.  As vítimas foram identificadas como sargento Sanderlei Cavalcante, sargento Augusto Lima e segundo-tenente César Gomes. O bar fica próximo à residência de um deles. Os policiais eram amigos de muito tempo, segundo informações levantadas pela APS. De acordo com o Comando de Policiamento da Capital (CPC), os autores do crime chegaram em um veículo e atiraram contra os policiais, que estavam sentados no bar. Depois, em fuga, os criminosos abandonaram o veículo na Avenida Osório de Paiva.  A Polícia Militar do Ceará informou que está apurando os fatos desta quinta-feira e deve dar mais informações em breve. O Sindicato dos Policiais Civis lamentou a morte dos três policiais militares. “O Sinpol ressalta que a Polícia Civil e a Polícia Militar são uma única família e espera que as forças de segurança, coordenadas pela Secretaria de Segurança, deem uma resposta imediata e firme a esse ataque covarde contra os nossos irmãos da Polícia Militar”, diz a nota.Equipes da polícia na Rua São Manoel logo após o crimeO tenente Mardônio Aguiar esteve no local e afirmou que a execução foi em represália à morte de um criminoso ocorrida nesta quarta-feira (22) no mesmo bairro. “Não houve discussão, briga, não houve nada. A informação que nos passaram é que foram logo executando esses policiais, em represália à morte desse bandido ontem aqui na Vila Manoel Sátiro”, disse o tenente. Conforme Aguiar, os autores da execução dos três policiais e o criminoso morto na quarta pertencem a uma mesma facção. O grupo estaria no velório do criminoso quando resolveu sair em um veículo Voyage, de cor preta, em busca de policiais para cometer o crime, relata o tenente. Aguiar afirmou ainda que a facção em questão seria responsável também pelo assassinato do subtenente da Polícia Militar Juciano de Lima Barbosa, 53 anos, morto enquanto comemorava o aniversário do filho em um bar no Bairro Parque São José, em Fortaleza. O crime ocorreu no último dia 29 de julho. (G1)
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :