23 de mar. de 2020

ERRO DA ITÁLIA FOI SUBESTIMAR A DOENÇA’, DIZ BIÓLOGA BRASILEIRA QUE MORA EM MILÃO


O isolamento e a quarentena por causa do novo coronavírus que os brasileiros estão vivendo são medidas para evitar uma situação mais grave, como a da Itália. O número de vítimas fatais da pandemia (doença infecciosa e contagiosa que se espalha rapidamente e atinge uma região, país ou continente) de Covid-19 passa de quatro mil pessoas na Itália. Ana Barroso, brasileira que está isolada há 24 dias por lá, gravou um vídeo para alertar sobre a importância do isolamento durante esse período. A mensagem dela viralizou e o É de Casa quis saber como estão as coisas na Itália. Para Ana, os italianos demoraram a entender a gravidade da situação: “Demoraram para entender. No início, existia aquilo de ‘é só uma gripe, um resfriado, não é bem assim’. Quando as escolas fecharam, no dia 22 de fevereiro, as pessoas começaram a acreditar um pouco mais. Mas os jovens falavam: ‘não é com a gente’. Daí a coisa começou a ficar assustadora. Mesmo quando fecharam tudo, a gente tem a falsa ilusão que está tudo resolvido.”

Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :