16 de mar. de 2020

PREFEITOS DECIDEM PELA SUSPENSÃO DAS ATIVIDADES ESCOLARES

Durante Assembleia Extraordinária da Amurc nesta segunda-feira (16), os prefeitos da região adotaram a decisão em conjunto sobre o fechamento da rede municipal e particular de ensino, além das unidades que atendem a assistência social e a suspensão de eventos com mais de 50 pessoas. As medidas visam proteger a população de uma proliferação do Novo Coronavírus (Covid-19). A reunião contou com a presença de prefeitos e secretários de saúde dos municípios de Almadina, Barro Preto, Itabuna, Itajuípe, Buerarema, Coaraci, Firmino Alves, Camacan, Santa Cruz da Vitória, Ubaitaba, Itapitanga e Floresta Azul.De acordo com o presidente da Amurc, Aurelino Cunha, "as decisões adotadas pelos gestores presentes servem como uma alerta para os demais prefeitos, que possam avaliar a possibilidade seguirem as mesmas recomendações". Em Itajuípe, o prefeito Marcone Amaral já determinou, através de decreto, a suspensão imediata das aulas da rede municipal e das escolas particulares, visando proteger o máximo possível de crianças e jovens. O prefeito de Itajuípe, Marcone Amaral falou que está tarde já liberou um decreto para colocar alguns pontos importantes que possa diminuir a aglomeração de pessoas na cidade. “A priori por 15 dias, para que a gente possa ter tempo para preparar nossas escolas, e depois tomaremos outras decisões”, explicou Marcone. Da mesma forma, o prefeito de Buerarema, Vinícius Ibrann declarou que estará suspendendo as aulas e emitindo um decreto proibindo a aglomeração de pessoas. Os demais gestores que participaram da reunião estarão adotando as mesmas medidas até a próxima semana, visando diminuir o impacto do Coronavírus na região. “Vamos estar antenados com as recomendações do ministério da saúde para a gente garantir a segurança da nossa população”, completou Ibrann. Os gestores municipais parabenizaram a inciativa da reunião promovida pela Amurc e conclamaram os demais prefeitos da região para a necessidade de adotar medidas de forma urgente. A ideia é tomar decisões em conformidade, uniformidade de todos, com a mesma linha de pensamento. “Se toda região estiver engajada nessas resoluções, isso vai diminuir e muito os impactos que a cidade terá no futuro”, completou Amaral. Um comitê de crise para o combate ao Novo Corona Vírus (COVID-19) foi formado, com a participação de secretários municipais, prefeitos, governo do Estado e hospitais da região, visando prover ações articuladas e preventivas nos municípios da região.
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :