14 de out. de 2020

TEIXEIRA DE FREITAS: CHEFE DO DPT É ACUSADO DE COMETER IRREGULARIDADES

 

A marra toda na foto acima é do perito Manuel Gomez Garrido, supervisor de cinco coordenadorias do Departamento de Polícia Técnica (DPT) no interior da Bahia. Ele aparece bem à vontade, recostado num Volkswagen Voyage preto parado numa estrada de barro.  Mas o que parece ser a recordação de um momento de lazer, é também a prova de uma das irregularidades cometidas pelo funcionário público. O Voyage em questão havia sido encaminhado para uma perícia no DPT de Teixeira de Freitas em 2010 e desde então vem sendo usado para momentos de lazer pelo perito. Ou seja, Garrido vem cometendo prevaricação, crime praticado por funcionário público contra a Administração Pública. A prevaricação consiste em retardar, deixar de praticar ou praticar indevidamente ato de ofício, ou praticá-lo contra disposição expressa de lei, para satisfazer interesse pessoal. O CORREIO teve acesso com exclusividade ao dossiê contra Garrido, encaminhado à Corregedoria do DPT em julho deste ano e também ao Ministério Público do Estado. Os dois órgãos abriram investigação. Além do Voyage, Garrido é acusado de usar para fins particulares outro veículo de placa clonada, cujas  multas foram lançadas no veículo original, e emitir laudos para favorecer terceiros. 

Denúncia

Para dar conta dos 417 municípios baianos, o DPT é divido em seis polos: Grande Regional Recôncavo (Salvador e outras 88 cidades), Grande Regional Planalto (97 municípios), Grande Regional Chapada (74 cidades), Grande Regional Nordeste (50 municípios) e por fim Grande Regional Mata Sul, que abrange 65 municípios. Esta última regional está sob a responsabilidade de Garrido.

Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :