15 de fev. de 2021

DESEMBARGADOR AUTORIZA DEMISSÃO EM MASSA NA FORD DA BAHIA

 

O desembargador do Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região, Edilton Meireles de Oliveira Santos, derrubou uma liminar que proibia a Ford de fazer demissão em massa dos funcionários na unidade de Camaçari, na região Metropolitana de Salvador. O magistrado acatou recurso da multinacional.O desembargador Edilton Meireles derrubou, no sábado (13), uma decisão do juiz Leonardo de Moura Landulfo Jorge, da 3ª Vara do Trabalho de Camaçari, que no dia 5 deste mês determinou a suspensão da demissão em massa até que a Ford entrasse em acordo com o sindicato dos trabalhadores da fábrica.No dia 11 de janeiro, a montadora Ford anunciou o encerramento da produção de veículos no Brasil. Além da fábrica de Camaçari, a empresa estadunidense fechará as suas fábricas de Taubaté (SP) e Horizonte (CE). Na oportunidade, a Ford informou que a produção seria encerrada imediatamente em Camaçari e Taubaté. “Mantendo-se apenas a fabricação de peças por alguns meses para garantir disponibilidade dos estoques de pós-venda. A fábrica da Troller em Horizonte continuará operando até o quarto trimestre de 2021. Como resultado, a Ford encerrará as vendas do EcoSport, Ka e T4 assim que terminarem os estoques”.A decisão do desembargador autoriza a Ford a demitir na Bahia mesmo que não chegue a um acordo com os trabalhadores. Ainda cabe recurso. Na unidade de Taubaté (SP) está mantida, por enquanto, a decisão judicial que proibiu a montadora de demitir em massa sem acordo com o sindicato da categoria.

Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :