23 de mar. de 2021

ESTUDO IDENTIFICA NA BAHIA VARIANTE DA COVID-19 QUE PODE SER RESISTENTE À IMUNIDADE

 

Foto: Divulgação

Um estudo produzido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) aponta que a disseminação em larga escala e sem controle da SARS-CoV-2 no Brasil gerou mutações do coronavírus que circulam em território nacional. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (22) pelo portal UOL. De acordo com a reportagem, a pesquisa o identificou “mutações preocupantes” em 11 sequências do vírus na Bahia e em mais quatro estados: Amazonas, Maranhão, Paraná e Rondônia. Segundo o levantamento, estas variantes podem ser capazes de escapar parcialmente à imunidade adquirida por indivíduos. A matéria reforça que as mutações naturais da SARS-CoV-2 está em processo de evolução e adaptação diante de um cenário de aumento no número de pessoas com anticorpos. O estudo faz parte de um levantamento a Rede de Vigilância Genômica Covid-19 da Fiocruz e foram colhidas entre 12 de março de 2020 e 28 de fevereiro de 2021. Ao todo, 31 pesquisadores assinam o artigo.

Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :