13 de mai. de 2021

BUERAREMA: “FAÇA BONITO” ASSUME O PALCO DA CÂMARA EM MAIS UMA AÇÃO DA GESTÃO

A Rede de Apoio Municipal, unida pelos serviços do Conselho tutelar, CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) e CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social) realizou na terça-feira(11) uma ação voltada para o fortalecimento e propagação de informações no “Combate ao Abuso e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes” para alguns dos representantes dos órgãos municipais, de modo que estes levem a informação adiante.“ A violência sexual pode estar em lugares que você nem imagina”. Este foi o tema central explorado pelos participantes presentes como parte da Campanha do 18 de Maio. Com início às 15h, na Câmara de Vereadores, contou com a presença do delegado da Policial Civil, Clodovil Moreira Soares, dentre outros representes da rede municipal de apoio à comunidade. No contexto epidemiológico em que nos encontramos, as instituições responsáveis pelo evento julgam urgente o combate ao abuso sexual, devido ao isolamento e medidas restritivas em que nossas crianças e adolescentes encontram-se. Dessa forma, a ação ocorreu seguindo todas as medidas de segurança, por esse motivo contou apenas com alguns dos representantes sociais e sendo transmitido ao público pela plataforma do Instagram do Conselho Tutelar. A tarde teve início com o cerimonialista Marcos Vinicius, conselheiro tutelar, que entre a convocação de um participante e outro se ocupou da higienização do microfone, além de comentários levantados sobre o tema de forma coesa. Quem abre o evento é o secretário de Assistência Social, Tom Costa, agradecendo o espaço e os convidados ali presentes, ressaltando a importância do dia e sua relevância. Aproveitou a oportunidade para mais uma vez chamar atenção dos presentes com a seguinte fala: “Enquanto existir um caso de abuso e exploração sexual, nós devemos nos manter fortes e alertas. E o nosso trabalho é fortalecer essa rede para evitar que essas situações aconteçam. É inadmissível nossa sociedade se comportar passivamente diante de uma realidade como essa.”A Coordenadora do CRAS, Rosenilda Campos introduz o público a importância da instituição e seus programas que identificam e garantem o direito do cidadão, e a partir da estatística de que no Brasil, 90% dos agressores são pessoas próximas a vítima, salienta a importância de falar sobre educação sexual nas instituições de ensino, dentro da linguagem e desenvolvimento de seu público. E deixa claro: “precisamos informar a eles, o que é violência, o que é toque, o que é carinho e o que é abuso.” Os presentes são chamados a atenção para a quantidade das denúncias em nosso município através do delegado de polícia e também especialista em Ciências Criminais,  Clodovil.. A chamada para ação é imediata visto que, o aumento das denuncias feitas até meados de maio de 2021 são maiores do que a quantidade de denuncias do ano anterior. Para além das estatísticas, o delegado também traz em sua fala a importância de um compromisso moral para além da prevenção, para que haja uma quebra nos padrões intergeracionais de violência familiar. Ele ocasionalmente expõe no seu discurso, a triste realidade e sua correlação com o racismo estrutural, o patriarcado e os índices de suicídio. O evento encerra com a equipe do CREAS. E temos Caliane dos Santos, assistente social, nos lembrando que o abuso sexual pode estar ocorrendo nesse momento com muitos de nossas crianças e adolescentes. Deixando a oportunidade de discursar as consequências psicológicas de vítimas de abuso sexual e sua repercussão na vida adulta, para a psicóloga Rayane Guerra. Já a coordenadora do CREAS, Vilmar Moura utilizou de uma dinâmica, amassando uma folha de papel e ilustrando as marcas deixadas pela violação infligida e a mudança que este individuo carrega ao longo de sua vida. Fica aqui esse convite a comunidade: Abrace a causa e “Faça Bonito” todos os dias!

Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :