20 de mai. de 2021

MÉDICOS SÃO DENUNCIADOS POR TOMAR 3ª DOSE DE VACINA CONTRA O CORONAVÍRUS EM SP

 O Cremesp (Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo) apura denúncia de que médicos omitiram já estarem imunizados com duas doses de vacina contra a Covid-19 para conseguirem novas aplicações do imunizante como reforço. Segundo informações da CNN Brasil, ao menos dois casos do tipo foram registrados pela Covisa (Coordenadoria de Vigilância em Saúde), da Secretaria Municipal de Saúde. Eles teriam ocorrido nos dias 27 de março e na última segunda-feira (17).Em comunicações internas da prefeitura, às quais a CNN teve acesso, um pedido de orientação é feito pela direção da Covisa à Coordenação do Programa Municipal de Imunização.Os relatos de um dos casos mostram que, mesmo tendo tomado duas doses da Coronavac, nos dias 26 de janeiro e 26 de fevereiro, no Hospital Estadual de Sapopemba, o médico ortopedista Alexandre Felicio Pailo se dirigiu ao megaposto de vacinação do Clube Hebraica, no dia 17 de maio, para uma nova aplicação da vacina.A CNN diz ter entrado em contato com Alexandre, que confirmou ter tomado a terceira dose da vacina, mas contestou que tenha sido questionado por equipes de saúde se já havia tomado alguma dose anterior.Ele não quis dar entrevista, mas afirmou que é portador de doença autoimune e, por isso, não teria sido imunizado contra o novo coronavírus, mesmo com as duas doses da vacina recebidas.

Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :