18 de fev. de 2022

FAMILIARES CONFIRMAM MORTE DE POLICIAL VÍTIMA DE ACIDENTE NA BAHIA

Familiares do policial Yago da França Souza Avelar confirmaram a morte dele, na manhã desta quinta-feira (17). O investigador estava internado no Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador, desde que sofreu um acidente na BA-233, no dia 4 de fevereiro.Ainda não há detalhes sobre o horário e o local do enterro. A Polícia Civil detalhou, em nota, que a morte foi declarada na noite de quarta-feira (16). Outros dois policiais, colegas de Yago, morreram no acidente, que também deixou quatro detentos feridos.As vítimas estavam em uma viatura, que capotou entre as cidades de Itaberaba e Ipirá, na região na Chapada Diamantina. As causas do acidente ainda são desconhecidas, mas seguem sob investigação. No dia seguinte ao acidente, a Polícia Civil havia divulgado uma nota, informando a morte cerebral de Yago. No entanto, na noite do dia 8 de fevereiro, a instituição voltou atrás e divulgou uma nota em que dizia que um médico da equipe que atendia Yago decidiu pedir novos exames antes de atestar a morte cerebral.Yago da França Souza Avelar tinha 39 anos, era casado e não deixa filhos. O investigador era ligado a atividades culturais, desenvolvia atividades percussivas e fez parte do Grupo Ganhadeiras de Itapuã.Ele foi aprovado no concurso da Polícia Civil de 2018, ingressou no quadro da instituição em outubro de 2020 e foi designado para servir no Departamento de Polícia do Interior (Depin), no município de Seabra, região da Chapada Diamantina.
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :