15 de fev. de 2022

GRUPO DENUNCIA INTOLERÂNCIA RELIGIOSA APÓS PREGAÇÃO EM FRENTE A TERREIRO NA BAHIA

 

Grupo de cerca de 20 evangélicos participou da ação (Foto: TV Santa Cruz)

O terreiro de Candomblé Logun Edé, que existe há mais de 40 anos na cidade de Eunápolis, no sul da Bahia, foi alvo de intolerância religiosa no domingo (13), conforme denúncia de candomblecistas. Os membros do terreiro contam que um grupo, com cerca de 20 evangélicos, fez uma pregação cristã em frente ao templo com apoio de um carro de som. Houve uma confusão no local e três pessoas que frequentam o terreiro de candomblé foram agredidas fisicamente. Os candomblecistas prestaram queixa de intolerância religiosa e agressão na delegacia de Eunápolis. Nesta segunda-feira (14), eles passaram por exame de corpo de delito. Segundo a Polícia Civil, a delegacia da cidade investiga o caso. Vídeos que circulam nas redes sociais mostram o grupo fazendo as pregações em frente ao terreiro. A mãe de santo Luziene Almeida, detalhou que o grupo evangélico, que integra a Igreja Assembleia de Deus, estacionou o veículo na esquina do terreiro e iniciou uma pregação cristã em frente o espaço de encontro dos candomblecistas.

Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :