18 de mar. de 2022

APÓS 21 DIAS DE GUERRA NA UCRÂNIA, POSSÍVEL ACORDO DE CESSAR-FOGO GANHA FORMA

 

Foto: Ubatã Notícias

A Câmara Municipal rejeitou, por unanimidade, nesta quinta-feira, 17, o Projeto de Lei do Executivo 06/2022, que estabelece o reajuste de 25,6% linear do Piso Salarial dos Profissionais do Magistério para 2022. O PL estabelecia ainda o pagamento da diferença retroativa a janeiro e fevereiro a ser pago a totalidade já nos vencimentos de março. APLB/Sindicato entende que o reajuste deve ser de 33,24%, em consonância com o percentual estabelecido pelo Governo Federal. Com a rejeição ao projeto, segue o impasse e as aulas da rede municipal seguem paralisadas. Mais cedo, em entrevista a Rádio Povo, o prefeito Tinho enfatizou que com o reajuste proposto pelo município, nenhum professor da rede municipal de educação receberá abaixo do Piso de 20h e 40h, respectivamente nos valores de R$ 1.922,81 e R$ 3.845,63. O gestor ainda demostrou preocupação na entrevista com a questão financeira do município. As partes devem voltar a se reunir para tentar um consenso. (Ubatã Notícias)

Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :