13 de abr. de 2022

TIROTEIO EM POUSADA: INFLUENCIADORAS VÃO AGUARDAR INVESTIGAÇÕES EM LIBERDADE

 

Influenciadoras vão responder em liberdade

As influenciadoras presas na Bahia após tiroteio com duas mortes em pousada de luxo em Jaguaripe (lembrar), no baixo sul baiano, não têm antecedentes criminais e vão aguardar o andamento das investigações em liberdade. Segundo o delegado Rafael Magalhães, responsável pelas investigações, Laylla Cedraz e Adrian Grace, de 23 e 28 anos, vão ser ouvidas pela polícia na quarta-feira (13). De acordo com o delegado, não há provas de que a cocaína encontrada na caminhonete em que elas estavam era delas e nem que as duas tem qualquer envolvimento com os crimes dos homens que as acompanhavam, e que acabaram mortos no confronto com a polícia. Os corpos de Agnaldo Leite da Silva Neto, de 29 anos, conhecido como Neto Talisca, e Felipe Augusto Machado, de 28, conhecido como Batoré, estão no Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Itaparica e devem ser liberados também na quarta. A droga apreendida vai ser encaminhada para perícia e depois será incinerada. O caso aconteceu na segunda-feira (11). Na tarde desta terça (12), Laylla Cedraz e Adrian Grace foram liberadas após audiência de custódia. As influenciadoras juntas têm mais de 100 mil seguidores nas redes sociais.

Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :