10 de mai. de 2022

OPERAÇÃO CONTRA BINGOS NO RIO APREENDE QUASE R$ 2 MILHÕES NA CASA DE DELEGADA

 

Dinheiro apreendido na casa de Adriana Belém — Foto: Reprodução

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) iniciou nesta terça-feira (10) a Operação Calígula, contra uma rede de jogos de azar explorada pelo bicheiro Rogério de Andrade e pelo PM reformado Ronnie Lessa — réu pela morte da vereadora Marielle Franco e seu motorista Anderson Gomes — e acobertada por policiais. Segundo as investigações da força-tarefa do MPRJ sobre o atentado à vereadora, Rogério e Ronnie abriram casas de apostas e bingos em diversos estados pelo menos desde 2018. Até a última atualização desta reportagem, cinco pessoas haviam sido presas. Uma delas é o delegado Marcos Cipriano. Outra investigada é a delegada Adriana Belém. Na casa dela, a força-tarefa apreendeu cerca de R$ 2 milhões em espécie. Agentes saíram para cumprir, no total, 29 mandados de prisão e 119 mandados de busca e apreensão. Foram denunciadas 30 pessoas pelos crimes de organização criminosa, corrupção ativa, corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Um dos endereços visados é a casa de Ronnie Lessa no Condomínio Vivendas da Barra, onde o presidente Jair Bolsonaro tem um imóvel. O presidente não é alvo da operação. Pelo menos dois bingos foram estourados pela força-tarefa.

Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :