19 de mai. de 2022

TREINADOR DE FUTEBOL FOI PRESO ACUSADO DE EXPLORAÇÃO SEXUAL


A titular da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Criança e o Adolescente (Dercca), Simone Moutinho, disse que o caso do treinador de time de futebol que foi preso nesta quinta-feira (19) por abuso sexual e corrupção de menores, em Salvador, envolveu o resgate de jovens que eram “humilhados, abusados, explorados sexualmente". Até o momento, 11 vítimas foram contabilizadas. Mas existe a possibilidade de o número ser ainda maior, pois o suspeito trabalha no local há mais de 10 anos, explica a delegada. Os adolescentes faziam parte de um time de Cajazeiras.“O trabalho de investigação e a prisão envolveram várias mãos. O que a gente viu é algo muito triste. A gente tem dimensão de outras vítimas, diante do que foi coletado do material apreendido, celulares, computadores”, disse Moutinho.Segundo a delegada, a Dercca fez o encaminhamento das vítimas para o setor psicossocial e depois para os seus lares, mas o trabalho de acompanhamento psicológico continua. “Aqueles que tinham pais, foram entregues aos pais. Aqueles que ficavam nos alojamentos, mais vulneráveis, estão sob a proteção da rede”, acrescentou a delegada. A delegada afirma que o suspeito foi preso em flagrante por estupro, corrupção de menores, além de responder pelo armazenamento e transmissão de material pornográfico dos menores, com cenas de nudez.
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :