18 de jul de 2016

Edilson Capetinha é preso por não pagar pensão; dívida chega a R$ 430 mil

003
O ex-jogador baiano Edilson Silva Ferreira, o capetinha, foi preso neste sábado (16) por não pagar uma dívida de R$ 430 mil referente a pensão alimentícia. Ele foi detido no Aeroporto Internacional JK, em Brasília, por policiais civis e encaminhado para a carceragem do Departamento de Polícia Especializada do Distrito Federal. Em nota, a Polícia Civil informou ao G1 que não há ninguém para comentar o caso e que o processo corre em segredo de justiça. Os advogados do ex-jogador não foram localizados pelo CORREIO. Essa não é a primeira vez que Edilson é preso por conta de dívidas de pensão alimentícia. Em 2014, o ex-jogador também foi preso em cumprimento de dois mandados expedidos pela Justiça do Distrito Federal. Na época, a prisão foi feita enquanto Edilson passava pela avenida Anita Garibaldi, em Salvador, e levado para sede da Polinter, no Complexo dos Barris. No ano passado, Edilson foi alvo de uma operação da Polícia Federal que investiga fraudes em pagamentos de prêmios das loterias da Caixa Econômica Federal. Ele chegou a ser conduzido coercitivamente, mas não ficou preso. Mandados de busca e apreensão também foram cumpridos na casa dele. Segundo a Polícia Federal, ele é suspeito de utilizar sua conta bancária para movimentar valores referentes a um esquema que, segundo estimativa da PF, teria desviado aproximadamente R$ 60 milhões em pouco mais de um ano.
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :