10 de dez de 2018

PREFEITO DE NITERÓI É PRESO POR DESVIO DE DINHEIRO

 
Uma força-tarefa do Ministério Público e da Polícia Civil prendeu, na manhã desta segunda-feira (10), o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves. Ele foi denunciado por desvio de mais de R$ 10 milhões da verba de transporte do município. A investida é desdobramento da Lava-Jato no Rio. A operação, baseada em delação do ex-dirigente da Fetranspor Marcelo Traça, também cumpriu outros três mandados de prisão e 19 de busca e apreensão. O prefeito de Niterói é apontado como líder de esquema que cobrava das empresas de ônibus consorciadas, que atuam no município, 20% sobre os valores do reembolso da gratuidade de passagens. O benefício é concedido a alunos da rede pública de ensino, idosos e pessoas portadoras de necessidades especiais. Domício Mascarenhas de Andrade, ex-secretário de Obras de Niterói, é apontado por arrecadar as quantias e negociar com os representantes dos consórcios. Além dele, outros dois empresários foram presos: João Carlos Félix Teixeira, presidente do consórcio TransOceânico e sócio da Viação Pendotiba e João dos Santos Silva Soares, presidente do consórcio Transnit e sócio da Auto Lotação Ingá.
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :