29 de abr de 2019

ITABUNA: DELEGADO FOI MORTO ; É O 12° HOMICÍDIO DE ABRIL

 
O delegado de polícia civil de Itabuna José Carlos Mastique morreu após ser baleado por um cabo da polícia militar chamado Cleomário. Segundo informações iniciais, o delegado sacou seu revólver calibre 38 em direção a guarnição que atirou em seu peito. Tudo aconteceu depois que o delegado Mastique se envolveu em uma confusão com uma possível garota de programa. Alguém acionou os militares pelo fato de ter visto Mastique armado. Uma outra mulher, que estava no carro, seguia de carona até a rodoviária. O fato aconteceu em frente ao posto Jequitibá, no lado do Shooping de Itabuna. A Bahia registra mais um caso envolvendo policiais, pois em Feira de Santana dois aconteceram no período de menos de um ano. Na manhã deste domingo (28), o Sindicato da Polícia Civil (Sindpoc) emitiu nota pública: "O Sindipoc repudia a ação desastrosa perpetrada por uma guarnição de policiais militares, onde o cabo da PM Cleomario, assassinou o delegado da Polícia Civil Mastique, após a vítima tentar evitar uma agressão de um policial militar de folga contra a sua acompanhante. Os policiais civis Mastigue e Figueiredo ao serem abordados se identificaram serem policias e estarem armados. O Delegado ao pegar a arma, para entregar aos policiais militares foi alvejado, vindo a óbito no local, com objetivo de modificar o cenário do ocorrido, simularam Socorro a vítima. Os investigadores da Polícia Civil iniciaram a investigação para esclarecer a sociedade com a verdade dos fatos, responsabilizando o autor dessa truculência que ceifou a vida do nosso colega." A Polícia Militar ainda não se manifestou publicamente sobre o caso. A morte do delegado será investigada pela 7ª Coordenadoria de Polícia Civil, com sede em Ilhéus. Imagens de circuito de segurança do posto de combustível devem ajudar a esclarecer como aconteceu o crime. O corpo do delegado Mastique será sepultado nesta segunda-feira (29), às 9 horas, no Cemitério Campo Santo, em Itabuna. O corpo está sendo velado no SAF. Foi o 12° homicídio em abril e o 41° de 2019, em Itabuna.
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :