22 de ago de 2019

MANTEGA É OBRIGADO A USAR TORNOZELEIRA ELETRÔNICA

A Justiça negou o pedido de prisão para o ex-ministro Guido Mantega, mas determinou que ele coloque uma tornozeleira eletrônica. A decisão ainda prevê o bloqueio de R$ 50 milhões em bens que Mantega supostamente possui. Mantega foi ministro nos governos Lula e Dilma. De acordo com o G1, o economista ainda será obrigado a entregar seu passaporte e não poderá movimentar contas que possui no exterior. A decisão foi do juiz Luiz Antonio Bonat, responsável pelos processos da Operação Lava Jato no Paraná. Além disso, o Ministério Público Federal pediu a prisão preventiva de Mantega, mas a Justiça negou o pedido. A defesa questionou a decisão, alegando que a utilização da tornozeleira é um “constrangimento desnecessário e ilegal”. De acordo com o advogado do ex-ministro, Fabio Toffic, seu cliente já demonstrou que não pretende fugir. Além disso, afirmou que Mantega não possui os R$ 50 milhões que foram bloqueados. Nesta quarta-feira, a Justiça também autorizou a 63ª fase da Lava Jato. O ex-executivo da Odebrecht, Maurício Ferro, foi preso já nesta manhã . Ainda segundo o G1, foram apreendidas na casa dele chaves de criptografia que podem permitir acesso a pastas do sistema de propina da Odebrecht. O conteúdo ainda não é de conhecimento da Polícia Federal (PF). A nova fase da Lava Jato também foi deflagrada em Salvador, com mandados de busca e apreensão. Nesta manhã, a PF realizou buscas no apartamento do ex-presidente da Braskem, Bernardo Gradin, no Campo Grande. O objetivo da operação, de acordo com o MPF, é identificar os beneficiários de R$ 118 milhões pagos pela Braskem entre 2005 e 2013. Os valores teriam sido enviados por meio do Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht.
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :