3 de set de 2019

PF PRENDE DONO DE UNIVERSIDADE E 20 PESSOAS POR FRAUDES NO FIES

A Polícia Federal realiza, na manhã desta terça-feira (3), uma operação que investiga um esquema de fraudes na concessão do Financiamento Estudantil do Governo Federal (FIES) e no comércio de vagas e transferências de alunos do exterior, principalmente Paraguai e Bolívia, para o curso de medicina em Fernandópolis, no interior do estado. A operação Vagatomia, que ocorre em Jales, também no interior de São Paulo, investiga bolsas do PROUNI e fraudes relacionadas a cursos de complementação do exame REVALIDA. De acordo com a Polícia Federal, nos últimos cinco anos, aproximadamente R$ 500 milhões do FIES e PROUNI foram concedidos de forma fraudulenta. Com a forma atual de inclusão de dados e aprovação do FIES pelas próprias universidades privadas (beneficiárias dos recursos que aprovam), a Polícia Federal estima que milhares de alunos carentes por todo o Brasil podem ter sido prejudicados em razão destas fraudes. Aproximadamente 250 policiais federais cumprem 77 mandados judiciais expedidos pela Justiça Federal de Jales nas cidades paulistas de Fernandópolis, São Paulo, São José do Rio Preto, Santos, Presidente Prudente, São Bernardo do Campo, Porto Feliz, Meridiano, Murutinga do Sul, São João das Duas Pontes e Água Boa no Mato Grosso. Entre os mandados judiciais expedidos estão 11 prisões preventivas, 11 prisões temporárias, 45 ordens de busca e apreensão e 10 medidas cautelares. A Justiça Federal também determinou o bloqueio de bens e valores dos investigados até o valor de R$ 250 milhões.
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :