5 de nov. de 2019

ONZE VEREADORES DA PARAÍBA SÃO PRESOS POR PECULATO

Onze vereadores da Câmara Municipal de Santa Rita foram presos na madrugada desta terça-feira (5) pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado), do Ministério Público do Estado da Paraíba, assim que desceram do avião no Aeroporto Castro Pinto, em Bayeux. Os parlamentares voltavam de Gramado/RS e estão sendo acusados de terem gastado dinheiro público com esta viagem, o que, segundo as investigações, ficou configurado crime de peculato porque a viagem não passou de um grande passeio para verem as luzes do Natal naquela cidade. Os vereadores foram levados para a Central de Polícia de João Pessoa e autuados em flagrante. De acordo com o delegado Allan Terruel, a operação teve início após o Ministério Público suspeitar da viagem dos vereadores, que usaram um seminário como justificativa para a ida a Gramado. A empresa organizadora da viagem seria do estado de Sergipe, o que fez a investigação ser iniciada. A operação contou com a participação do Gaeco da Paraíba e do Rio Grande do Sul, além da Polícia Civil de Sergipe. De acordo com a operação, só em diárias foram gastos R$ 69 mil. Vereadores presos durante a Operação ‘Natal Luz’: Anesio Alves de Miranda Filho; Brunno Inocencio da Nóbrega Silva; Carlos Antônio da Silva; Francisco de Medeiros Silva; Diocélio Ribeiro de Sousa; Francisco Morais de Queiroga; João Evangelista da Silva; Ivonete Virgínio de Barros; Marcos Farias de França; Sérgio Roberto do Nascimento e Roseli Diniz da Silva.
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :