1 de nov. de 2019

PM DIZ QUE POLICIAIS ESTUPRARAM GAROTA DENTRO DE VIATURA EM SP E PEDE EXPULSÃO

Resultado de imagem para CARRO DA POLICIA ESTUPROS EM PORTUGUES
A Corregedoria da Polícia Militar concluiu o Inquérito Policial Militar (IPM) e instaurou um processo regular administrativo que poderá resultar na expulsão dos PMs envolvidos no estupro de uma jovem de 19 anos, em Praia Grande, no litoral de São Paulo. O crime teria ocorrido dentro da viatura policial. A vítima havia relatado em entrevista ao G1 que voltava da festa de uma amiga, em junho deste ano, quando pediu ajuda a dois policiais, perguntado onde encontrava um ponto do ônibus. Eles teriam oferecido carona e um dos policiais entrou com ela no banco de trás, a estuprando durante o percurso.Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), os dois permanecem presos, preventivamente, no Presídio Militar Romão Gomes. A Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Praia Grande ainda segue investigando o caso em sigilo."O IPM concluiu que houve crime de estupro e propôs a expulsão dos dois. A Justiça Militar é dura com esse tipo de crime. Acredito que serão condenados. A Polícia Civil, infelizmente, ainda não concluiu o Inquérito Policial, e olha que é Delegacia da Mulher. Mas sei que eles passarão pelo Tribunal da Justiça Militar", explica o responsável pela Ouvidoria da Polícia do Estado de São Paulo, Benedito Domingos Mariano.O Presídio Militar Romão Gomes, onde estão os policiais militares investigados, Danilo de Freitas Silva e Anderson Silva da Conceição, é localizado na Zona Norte da capital. No local, só há PMs que tiveram prisões temporárias ou preventivas decretadas e aqueles que foram condenados pela Justiça. Caso eles sejam expulsos, deverão ser encaminhados a um presídio comum.
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :