2 de mar. de 2020

GRÁVIDA É ESPANCADA E MORTA APÓS SAIR DE CASA PARA COBRAR DÍVIDA DE R$ 106 EM SALVADOR

Órfã de pai e mãe desde os 4 anos, grávida de três meses e mãe de outros quatro filhos. Géssica Santos Silva, de 24 anos, foi criada pela tia Beatriz Santana, 77, como se fosse sua filha. A idosa também ajudava Géssica a criar os filhos. Tudo ia bem na família. Até que, na noite do sábado (29), a jovem saiu de casa para cobrar o valor de R$ 106 que tinha para receber e o que a família não imaginava aconteceu: uma tragédia. Géssica foi espancada, esfaqueada e morta a tiros na noite de sábado (29), na Vila Rui Barbosa, na Cidade Baixa. Ela foi deixada na porta de casa sobre uma porta velha de geladeira. Ao perceber a situação, a família rapidamente ligou para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que a socorreu para o Hospital do Subúrbio, mas ela resistiu aos ferimentos e morreu horas depois. Segundo os familiares, Géssica era uma pessoa que não comentava muito sobre sua vida. No entanto, antes de sair de casa, no sábado, ela avisou que iria cobrar o valor ds R$ 106 referente aos dois dias que trabalhou como cordeira no bloco da Banda Harmonia do samba, na sexta-feira e sábado de Carnaval.
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :