2 de mar. de 2020

JUSTIÇA CONDENA VEREADOR QUE RECEBIA BOLSA FAMÍLIA EM FEIRA DE SANTANA

O vereador  vai ressarcir os cofres públicos e perderá direitos políticos
O vereador Gilmar Amorim de Oliveira (PSDC) foi condenado por ter sido beneficiado indevidamente com o Bolsa Família por quase sete anos. O político deverá ressarcir os cofres públicos com correções monetárias e perderá os direitos políticos (ficará inelegível). A denúncia foi feita pelo Ministério Público Federal (MPF) e acatada pelo juiz Marcel Perez da 3ª Vara da Justiça Federal de Feira de Santana. Segundo o MPF, embora a família do vereador não atendesse ao critério de renda per capita do programa, ele sacou parcelas Bolsa Família no período de dezembro de 2009 a setembro de 2016, quando houve bloqueio do pagamento, com cancelamento efetivo em novembro do mesmo ano. A fraude foi descoberta durante prestação de contas eleitoral, onde o denunciado, então candidato a vereador da atual legislatura, efetuou doações para a própria campanha totalizando R$ 1,5 mil.
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :