25 de set. de 2020

PRÉ-CANDIDATO A VEREADOR É MORTO A TIROS APÓS LIVE EM MG


O advogado e pré-candidato a vereador da cidade de Patrocínio (MG), Cássio Remis (PSDB), de 37 anos, foi morto a tiros na tarde de quinta-feira (24), após participar de uma transmissão ao vivo nas redes sociais. Segundo reportagem da Folha de São Paulo, Cássio denunciava na live uma obra realizada pela prefeitura da cidade quando foi interrompido pelo secretário de Obras, Jorge Marra (DEM), que chegou em uma caminhonete e tomou o celular do político. “Tá aqui o secretário. Chegaram aqui para me agredir, entendeu? Não pega meu telefone!”, afirma Remis no vídeo antes de ter o celular tomado. À reportagem, a Polícia Militar informou que Remis foi atingido por cerca de seis disparos —cinco deles na cabeça— e morreu no local. O principal suspeito do crime, Jorge Marra, é irmão do prefeito, Deiró Marra (DEM), e está foragido, segundo a polícia. O prefeito se pronunciou no início da noite lamentando a morte do candidato. “Nós lamentamos tudo que aconteceu, essa sequência de fatos —absolutamente, eu diria, injustificáveis— que culminaram com a morte do Cássio Remis.” A prefeitura decretou luto de três dias na cidade. Segundo o prefeito, a exoneração do secretário de Obras será feita nesta sexta-feira (25). Ele disse que não sabe do paradeiro do irmão. “Não tenho notícias nem do paradeiro dele, mas que ele possa fazer sua defesa, suas argumentações, enfim esclarecer”, disse Deiró. 

Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :