9 de set. de 2021

JOVENS MORTOS APÓS TIROTEIO DURANTE FESTA EM SALVADOR ERAM AMIGOS DE INFÂNCIA: 'COMO SE FOSSE IRMÃOS', DIZ AMIGO

 Jovens mortos após tiroteio durante festa em Salvador eram amigos de infância — Foto: Arquivo Pessoal

Os jovens Marco Gabriel Oliveira Mota de Souza, de 18 anos, e Luca Gabriel Conceição dos Santos, de 19, mortos após um tiroteio em uma festa do tipo "paredão", que ocorreu logo após um campeonato de futebol, no bairro de São Caetano, em Salvador, eram amigos de infância e costumavam andar sempre juntos. As informações são do G1/Bahia 

“Eram muito amigos, tão apegados, coincidentemente até o sobrenome era o mesmo. Era como se fosse irmãos, mas não eram parentes”, contou o amigo da família, Ariel da Silva".

O caso aconteceu na noite de terça-feira (7) e os corpos dos jovens foram enterrados por volta das 16h30 do Cemitério Campo Santo, na capital baiana.De acordo com Ariel da Silva, Marco Gabriel era filho único e tinha o sonho de ser jogador de futebol. O jovem também tinha começado o curso de engenharia mecânica recentemente. Já Luan Gabriel, fazia um curso técnico. “O Marco gostava de jogar futebol, tinha o sonho de ser jogador, um menino muito caseiro, sempre muito apegado a família. Ele estava agora com 18 anos fazendo o curso de engenharia e tinha sonhos pela frente que infelizmente não vão ocorrer após essa fatalidade”, disse.

“Um jovem de família, sempre alegre, filho único, que a mãe se encontra muito arrasada. Infelizmente aconteceu esse episódio e nós estamos muito abalados”.A morte de Marco Gabriel e Luan Gabriel deixou os moradores de São Caetano abalados. Os jovens eram visto quase como uma dupla onde moravam.

“Amigos de infância, viviam um na casa do outro. Jogavam bola juntos, andavam sempre juntos, direto”, afirmou Ariel da Silva.

Segundo a polícia, os dois jovens não tinham passagem por crimes. As investigações sobre o caso estão em fase inicial e ainda não há detalhes sobre os suspeitos de terem atirado em Marco e Luan. “A vizinhança está toda abalada, porque ninguém espera perder pessoas queridas dessa forma que foi. Uma coisa é quando o jovem é envolvido e trilha pelos caminhos errados e outra coisa são jovens de famílias, sem vícios, ninguém espera que ocorra um episódio desses”

Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :